Adaptação para o teatro

0

O livro O filho eterno, de Cristóvão Tezza, ganhou uma adaptação para o teatro. A obra foi vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura de 2008 na categoria Melhor Livro de Romance do Ano. A trama narra a história de um escritor que se vê prestes a ser pai pela primeira vez. Sua ansiedade e a expectativa com o nascimento do primeiro filho cedem o lugar à decepção inicial por ele nascer com Síndrome de Down. O pai, inicialmente, nega amor àquela criança “errada”. Ao longo do texto, esse pai vai aprender, a duras penas, a amar essa criança.

A peça é o primeiro monólogo da Companhia Atores de Laura. O espetáculo é encenado por Charles Fricks e a direção é de Daniel Herz. Atualmente está em cartaz em Maceió, após temporada no Rio de Janeiro. Confira a crítica do espetáculo no link.

Compartilhe

Deixe um Comentário

13 − 10 =